Ex-técnico do Manchester United faz alerta sobre demência entre jogadores

O ex-técnico do Manchester United Alex Ferguson disse que é seu dever pessoal e responsabilidade do futebol lidar com o problema de demência que tem afetado vários ex-jogadores.

A questão da demência no futebol profissional foi desencadeada pela morte do inglês Nobby Stiles em outubro e houve apelos para que o problema das lesões na cabeça no esporte receba mais atenção.

Stiles e muitos de seus companheiros de equipe, vencedores da Copa do Mundo de 1966, foram diagnosticados com demência antes de morrerem, enquanto o astro Bobby Charlton também revelou seu diagnóstico recentemente.

Tem havido pedidos generalizados para reduzir o cabeceio durante as sessões de treinamento.

(Agência Brasil)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Prefeito Ulisses Maia confirma haitiano na Secretaria de Juventude e Cidadania

Mega-Sena acumula

Mais quatro nomes são anunciados por Ulisses Maia para compor secretariado da Prefeitura de Maringá de 2021-2024