Convocação da Seleção Feminina Sub-17 valoriza talentos

MAIS... 

Assim como o mundo do futebol, a rotina da comissão técnica da Seleção Feminina Sub-17 também sofreu modificações devido à pandemia de Covid-19. Para seguir o planejamento visando o Campeonato Sul-Americano da categoria, previsto para novembro, no Uruguai, as reuniões onlines passaram a fazer parte das atividades diárias. Cada pessoa na sua casa, as videoconferências garantiram a conexão entre atletas e comissão, assegurando, assim, a continuidade do trabalho e o respeito aos cuidados com a saúde.


Nestes cinco meses, a comissão técnica aproveitou a oportunidade para criar um mapeamento das atletas brasileiras categoria. Além disso, o período também priorizou a análise de desempenho. Com mais tempo para estudar os jogos, o analista Felipe Soares pode rever os compromissos da equipe, em jogos preparatórios e treinos, e assim, destacar os pontos de evolução da equipe.


"Aproveitamos esse tempo para estudar. Fizemos jogos importantes em Portugal, antes da parada, que serviram de estudo para achar lances positivos e negativos. Realizamos reuniões com as meninas, e mostramos os lances, para assim, conseguirmos evoluir o nosso modelo de jogo. Conseguimos também fazer um detalhamento das atletas, análise de adversários e preparação de jogadas", explica Felipe Soares, analista de desempenho da Seleção Feminina Sub-17. 


Além de analisar as atuações da Seleção, as reuniões virtuais serviram também para a busca de novos talentos. Com tempo hábil para rever o maior número de jogos possíveis, a comissão técnica assistiu aos duelos do Brasileiro Feminino Sub-18 e Sub-16 como material de busca. Para esta convocação, a técnica Simone Jatobá trouxe duas novidades: a goleira Awanny e a centroavante Tuane.  


"A gente conseguiu dividir entre a comissão técnica alguns jogos do Brasileiros Sub-16 e Sub-18. Conseguimos fazer mais uma busca, e foi importante porque a gente acabou vendo outras meninas. Também aproveitamos para montar um planejamento para a nossa convocação, e elaborar alguns trabalhos específicos, tanto dentro quanto fora de campo" conclui.


Na Granja Comary, em Teresópolis, a Seleção Feminina Sub-17 segue a preparação para o Campeonato Sul-Americano da categoria. A equipe se apresentou na quarta-feira (12) e seguirá concentrada até o dia 9 de setembro. A convocação marca o recomeço das atividades no Centro de Treinamento, paralisadas desde março deste ano devido a pandemia de Covid-19.


Além disso, a convocação respeita um rigoroso protocolo médico. Para receber a delegação, a Granja Comary passou por significativas mudanças na estrutura e na rotina dos funcionários. Além do uso obrigatório de máscara e álcool em gel, diariamente, todos responderão um inquérito epidemiológico para avaliação da saúde. O Centro de Treinamento também passa por sanitização duas vezes na semana. 

(Texto: CBF. Foto: Laura Zago/CBF)


MAIS...

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Giovana Marinoski disputa o Open do Sul-Brasileiro no Beto Carrero

Maringá Futebol Clube anuncia mais 3 reforços para a Segundona do Paranaense