Cascavel ganha do Rio Branco na volta do Paranaense

A ansiedade de soltar o grito de gol durou pouco para os torcedores da Serpente Aurinegra. O retorno do Campeonato Paranaense era cercado de muitas expectativas, e o time do Futebol Clube Cascavel, comandado pelo técnico Marcelo Caranhato deu um passo muito importante ao vencer o primeiro jogo das quartas de finais pelo placar de 3x0, contra o Rio Branco de Paranaguá.

O juiz mal apitou o início de jogo no sábado (18) e logo no primeiro minuto da partida, depois de lançamento do meia Adenilson, o atacante Lucas Tocantins dominou a bola e tirou do goleiro para marcar o primeiro gol. Com o placar inaugurado pelo time de Cascavel, a equipe do Rio Branco se fechou e pouco criou.

A Serpente Aurinegra teve outras duas boas chances de marcar, com o lateral-esquerdo Quaresma em uma bola cabeçeada que foi pra fora, e com o atacante Henrique, que teve o chute defendido pelo goleiro adversário.

No 2º tempo, a equipe do Futebol Clube Cascavel voltou ainda mais ligada na partida, e dominou o jogo com maior pose de bola e várias chegadas na área do Rio Branco. E foi em um contra-ataque que o atacante Magno se livrou da marcação e sofreu falta dentro da área. O árbitro marcou pênalti e o próprio atacante fez a cobrança para aumentar o placar: 2x0 para a Serpente Aurinegra.

“Iniciamos o jogo com uma transição muito lenta. A equipe não estava acelerando o passe, facilitando assim a marcação do adversário, que não deixava nosso time passar pela primeira linha de defesa. Sabemos que depois de quatros meses iríamos ter a dificuldade no ritmo e na dinâmica do jogo, e isso só se adquire com partidas oficiais”, comentou o técnico do FC Cascavel, Marcelo Caranhato, analisando o 1º tempo da partida.

Com a vantagem no marcador, o FC Cascavel teve mais tranquilidade em campo e aos 44 minutos da etapa final, novamente Lucas Tocantins deu números finais ao jogo: Futebol Clube Cascavel 3x0 Rio Branco.

A partida de volta das quartas de finais do Paranaense está marcada para a próxima quarta-feira (22), às 18h, no Estádio Olímpico Regional em Cascavel.

O comandante da Serpente Aurinegra também falou sobre a vantagem construída na primeira partida das quartas de finais do Estadual. “A equipe do Rio Branco, até onde teve condição física, resistiu aos nossos ataques e logo depois começamos a ter mais espaços. É uma vantagem que levamos para casa, três gols, mas isso só vai ser confirmado depois do jogo da próxima quarta-feira. Respeitamos muito a equipe do outro lado, que foi aguerrida, dificultou muito nosso trabalho. Temos ainda 90 minutos pela frente para confirmar essa vaga para a semifinal do Paranaense”.
(Assessoria)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Tábata Vitorino, do atletismo de Maringá, já treina de olho nos Jogos do Japão

Athletico x Cascavel vale vaga na final do Campeonato Paranaense

Maringá FC pode ficar sem calendário na temporada 2020