Aeroporto de Maringá trabalha para a volta de operações


O Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Júnior trabalha para recuperação após redução de voos que aconteceu depois da chegada do coronavirus. Companhias aereas aos poucos voltam suas escalas, conforme aumento no fluxo de passageiros. Previsão do superintendente do Aeroporto Silvio Name, Fernando Rezende, é que até começo de agosto as três companhias - Gol, Azul e Latam - estejam operando com voos diarios saindo do aeroporto maringaense. 

Lembrando que aeroporto reduziu período de trabalho durante decreto de prevenção contra coronavírus, passando de 24 para 12 horas de operação. 

Em abril a Gol colocou um voo semanal entre Maringá e Guarulhos. Em maio passou para três semanais. Em junho passou para diário entre segunda e sexta-feira. Em julho a Azul voltou a operar com quatro voos semanais entre Maringá e Campinas. Está previsto para começo de agosto o retorno da Latam entre Maringá e Guarulhos. E um novo da Azul para Campinas. 

A suspensão dos voos causou déficit contábil do aeroporto de R$ 1,8 milhão no primeiro semestre. Contrastando com bons resultados que vinha tendo na atual gestão. 

O ano começou com obras de recapeamento na pista preservando segurança operacional. Planejamento era recuperar investimento já no primeiro quadrimestre do ano. O que não aconteceu pela chegada do coronavírus, ampliando restrições. 

Mesmo assim, em março aeroporto operou com lucro de R$ 2,6 mil no mês. Abril e maio operou no vermelho, com R$ 995,7 mil negativos no bimestre. Em junho déficit foi menor, mostrando expectativa de retomada a partir de agosto. 
(Foto: Aldemir de Moraes/PMM)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Giovana Marinoski disputa o Open do Sul-Brasileiro no Beto Carrero

Maringá Futebol Clube anuncia mais 3 reforços para a Segundona do Paranaense