Argentina não tem data para retorno de treinamentos no futebol


Se no Brasil o Campeonato Carioca retorna nesta quinta (18), na Argentina, o futebol vai ter que esperar um pouco mais. O presidente da Associação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, revelou em um vídeo, publicado no canal oficial da entidade no Youtube, que os treinamentos só serão permitidos quando todo o país estiver na fase quatro de abertura das atividades.

Tapia explicou que grande parte da Argentina já alcançou a fase quatro, porém há uma alta porcentagem de clubes localizados em áreas que ainda têm restrições mais severas, como a área metropolitana de Buenos Aires (AMBA).

“Todos queremos que a bola role, mas o mais importante é a saúde, a vida dos argentinos e da família do futebol argentino. Das 123 equipes profissionais que compõem nosso país, 59% se encontram na AMBA. De mais de 3900 jogadores profissionais do futebol argentino, 75% estão na AMBA. Não podemos transportar o vírus ao interior do nosso querido país e temos que ser responsáveis em tomar as decisões que nos levem a possibilidade de minimizar os riscos da pandemia quando o futebol argentino voltar. Por isso decidimos que a volta aos treinamentos vai ser quando todo o país se encontrar na fase quatro. Isto vai permitir manter o espírito do futebol quando ninguém terá nenhuma possibilidade de vantagem esportiva e vamos colocar em igualdade de condições todas as nossas famílias”.

O presidente Claudio Tapia informou que a AFA criou uma Comissão Médica para a formulação de protocolos de segurança. Os protocolos não serão iguais, ou seja, eles devem ser adequados às condições econômicas e estruturais das equipes. Tapia também afirmou que a AFA está trabalhando para gerar recursos econômicos que possam auxiliar os clubes e cumprir o protocolo de segurança.
(Agência Brasil)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Giovana Marinoski disputa o Open do Sul-Brasileiro no Beto Carrero

Maringá Futebol Clube anuncia mais 3 reforços para a Segundona do Paranaense