Ex-jogador Ricardinho completa 44 anos neste sábado (23)


Um dos maiores ídolos da história recente do Corinthians faz aniversário. O meia Ricardinho, que viveu duas passagens no Timão – a primeira delas, com muitos títulos no final dos anos 1990 e começo dos anos 2000 – comemora 44 anos neste sábado (23).

Ricardo Luiz Pozzi Rodrigues, o Ricardinho, nasceu em 1976 em São Paulo, mas viveu a infância e adolescência no Paraná. Lá ele começou a carreira no futebol, tendo sido revelado pelo Paraná Clube em 1995. Depois, teve uma breve passagem pelo Bordeaux (FRA) e em 1998 chegou ao Corinthians.

No Timão, inicialmente utilizou a camisa 20 e tornou-se titular de uma equipe que tinha nomes como Vampeta, Rincón, Marcelinho, Edílson, Gamarra e Silvinho, além de Dinei vindo do banco de reservas. Contribuiu para a conquista do título do Campeonato Brasileiro de 1998 como meia-esquerda daquele time.

Em 1999, recebeu a camisa 11 que o eternizaria no clube. E com grandes atuações como um dos principais armadores de jogadas de ataque do time, conquistaria naquele ano o Campeonato Paulista e novamente o Brasileirão. E três semanas depois, marcaria um golaço na disputa do Mundial de Clubes da Fifa, que o Alvinegro conquistou em 14 de janeiro.

Após a saída de alguns atletas desse elenco, Ricardinho permaneceu. E assim ficou no clube em 2001, quando marcou o icônico gol da vitória sobre o Santos na semifinal do Paulistão, que daria a vaga na final. Nela, o Coringão enfrentou o Botafogo-SP, e foi campeão mais uma vez.

No ano seguinte, Ricardinho ainda conquistaria mais dois títulos pelo Timão: a Copa do Brasil e o Torneio Rio-São Paulo daquele ano. Convocado para disputar a Copa do Mundo, foi vendido em seguida. Passou ainda pelo futebol inglês antes de retornar ao Brasil. E em 2006, foi novamente contratado pelo Corinthians. Desta vez, no entanto, jogou por seis meses e voltou ao futebol europeu, atuando pelo Besiktas, da Turquia.

Depois de voltar ao futebol brasileiro, Ricardinho encerrou a carreira em 2012 e se tornou técnico. Exerceu a profissão até 2018, e hoje é comentarista esportivo. Pelo Corinthians, realizou 277 jogos e marcou 66 gols.
(Agência Corinthians. Foto: arquivo Placar)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Consultor do Athletico esclarece decisão do TCE-PR

Atletas de seleção tentam parcerias para se manterem em forma

O primeiro jogo do Coritiba há 110 anos