Vôlei de Maringá e América têm confronto direto por permanência na elite da Superliga

Orlando Gonzalez
O Maringá Vôlei corre risco de rebaixamento na Superliga em razão da grave crise financeira, já que o patrocinador master, a Denk Academy, não realiza o repasse há quase meses. A equipe, que perdeu vários atletas, enfrenta nesta terça-feira (10) o América-MG, às 19h30, no Ginásio Tancredo Neves, em Montes-Claros-MG. O adversário de hoje é o seu único rival na fuga da última do descenso. Uma vitória, por qualquer placar ou até uma derrota no tie-break asseguram oficialmente a equipe maringaense na elite para a próxima temporada.

Existe ainda uma outra possibilidade, esta aliás garantirá o time na elite mesmo com dois tropeços, mas ainda assim terá que fazer dois sets nos jogos. Aí, mesmo com vitórias do América, de 3 a 0, nos últimos jogos, o Maringá se garantirá pelo set-average, que vem a ser o terceiro critério de desempate, logo depois dos pontos conquistados e o número de vitórias, respectivamente.


CLASSIFICAÇÃO
10 - Maringá Vôlei 19 pontos - 5 vitórias - 27 sets vencidos e 49 sets perdidos

11 - América 13 pontos - 3 vitórias - 22 sets ganhos e 53 sets perdidos

12 - Ponta Grossa 9 pontos (já rebaixado)

SEGUNDA FASE
O Maringá Vôlei também pode avançar à segunda fase da competição, é claro, para os mais otimistas, que chegam a ignorar a crise financeira. Para tanto, tem que fazer duas vitórias, hoje contra o América e no último jogo em Blumenau, mas também terá que torcer por dois tropeços do Itapetininga e por um revés do Ribeirão Preto nas últimas duas rodadas do campeonato.

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Maringá FC vence Araucária e volta à Primeira Divisão do Campeonato Paranaense

Amavolei Maringá larga com vitória na Superliga C masculina