Operário joga contra o Barbalha-CE pela Copa do Brasil

O Operário Ferroviário enfrenta o Barbalha-CE, nesta quarta-feira (5), pela primeira fase da Copa do Brasil 2020. A partida acontece no Estádio Inaldão, em Barbalha-CE, às 15h30.

Na última vez que o Fantasma disputou a competição nacional, em 2016, a equipe alvinegra chegou até a segunda fase. Na primeira disputa, o Operário encarou o Criciúma-SC e venceu a partida de ida por 2 a 1 em casa. Na volta, o jogo terminou empatado em 1 a 1, com a classificação do alvinegro. Na segunda fase, o Fantasma venceu o Paysandu por 1 a 0 na partida de ida em casa e acabou derrotado por 2 a 0 na volta.

A equipe viajou nesta segunda-feira (3) para Curitiba. No fim da tarde, viaja para Juazeiro e treina amanhã à tarde na cidade.

Neste ano, a primeira fase da competição será decidida em jogo único. Por estar à frente do adversário no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Operário pode empatar ou vencer a partida por qualquer resultado para avançar a segunda fase. Somente a derrota elimina o Fantasma.

Em entrevista, o técnico Gerson Gusmão falou sobre a partida. “Assistimos aos jogos do Barbalha-CE nessa semana e estamos muito atentos. Tem um departamento no clube que está trabalhando muito bem a respeito das informações do nosso adversário. Sabemos que é uma equipe que procura se impor em seus domínios e tem um histórico bom dentro de casa. O jogo único dá essa condição de poder errar muito pouco. É um jogo importante para nós.”

Além da Copa do Brasil, o Fantasma está disputando o Campeonato Paranaense. No último domingo (2), a equipe venceu o Cianorte por 1 a 0 e chegou a 10 pontos, ocupando a quarta colocação. Em maio, o alvinegro inicia o Campeonato Brasileiro da Série B.
(Foto: José Tramontin/Operário)

MAIS...
https://www.operarioferroviario.com.br/arquivos/noticias/operario-enfrenta-o-barbalha-ce-pela-copa-do-brasil

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Maringá FC mostra os últimos reforços para o Paranaense da Segunda Divisão

Pia Sundhage completa 1 ano à frente da Seleção Brasileira feminina