Grandes jogos agitaram o fim de semana do Verão Maior na Costa Oeste

Grandes jogos agitaram o fim de semana do Verão Maior na Costa Oeste. Às margens do Rio Paraná, o Balneário de Porto Mendes recebeu as disputas da 3ª e última etapa do Circuito Paranaense de Handebol de Areia, que consagrou os times da Ahpa/Sespor/Paranaguá campeões gerais da competição, promovida pela Superintendência do Esporte em parceira com a Liga de Handebol do Paraná (LHPR) e o município de Marechal Cândido Rondon. 


Atual vice-campeã nacional, a equipe masculina começou sua trajetória vitoriosa diante de Antonina Handbeach (4º), vencendo os rivais por 2 sets a 0. Na sequência, o elenco repetiu o mesmo placar diante do Cobra/Handbeach Cascavel/ACH (3º), Marechal Paraná Uniformes (6º), São Miguel do Iguaçu Handebol (5º) e Paranavaí/ASAHP (2º), levando a medalha de ouro pelo nono ano consecutivo. “Fizemos uma campanha impecável”, declarou Wilson Bryan, um dos destaques do sistema defensivo da equipe litorânea.


Detentora do título da Copa Paraná e dos Jogos Abertos na temporada 2019, a seleção feminina voltou a figurar no lugar máximo do pódio no circuito paranaense ao ganhar quatro das cinco partidas disputadas, resultado que levou o grupo ao quinto título geral da competição, retomando assim a hegemonia estadual da modalidade. “Paranaguá é a cidade com mais títulos no handebol de areia do Estado e a cada competição se torna mais difícil estar no topo, porque as equipes estão cada vez mais preparadas”, enfatizou a capitã Ana Paula Staniscia.


Com a medalha de prata terminaram as cascavelenses e Ubiratã completou o pódio. Na 4ª colocação ficou Antonina, seguida de Entre Rios do Oeste Handebol e das donas da casa. 


De acordo com o técnico e coordenador da Associação de Handebol de Paranaguá (AHPA), Lincoln Moura, a dobradinha no pódio é resultado de um trabalho sério e comprometido em desenvolver a modalidade no município parnanguara. “O time masculino é a equipe a ser batida, são nove títulos estaduais, então não podemos nos descuidar. Na etapa final tivemos cinco desfalques, mais conseguimos manter o rendimento do grupo. No feminino temos uma mescla de atletas experientes e jovens, é sempre uma incógnita a expectativa de colocação final, mas o esforço delas nos treinamentos vem dando resultado nas competições”, avaliou Moura. 


HCR
Além do handebol de areia, o público também pôde prestigiar um Triangular de Handebol em Cadeiras de Rodas (HCR), que reuniu atletas apenas da região Oeste. Após partidas acirradas, o elenco de Toledo superou com 100% de aproveitamento seus adversários e levou o caneco de campeão, enquanto Cascavel ficou com a 2ª posição e Marechal Cândido Rondon se despediu com o bronze do torneio. 

MAIS
www.orlandogonzalez.com.br

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Consultor do Athletico esclarece decisão do TCE-PR

Atletas de seleção tentam parcerias para se manterem em forma

O primeiro jogo do Coritiba há 110 anos