Melhor do interior, APAN Maringá garante o 3º lugar geral no Campeonato Estadual de Natação de Inverno


Orlando Gonzalez
A equipe da Associação de Pais e Atletas da Natação (APAN), de Maringá, se consolidou neste fim de semana na grande força do interior do Paraná. Nas disputas do Campeonato Estadual de Inverno “Troféu Luciano Cabrine”, iniciado na última quinta-feira (18) e finalizado no sábado (20), Maringá encerrou na terceira posição geral, com 111 medalhas – 32 ouros, 44 pratas e 35 bronzes. E, agora, definitivamente se firmou como a equipe número um do interior do Estado.

O desempenho em termos de medalhas conquistadas foi um ´salto´ gigante, tanto que a equipe da Cidade Canção perdeu o segundo lugar para o Santa Mônica apenas por 14 medalhas. Em ouros, foram 10 atrás, e cinco bronzes a menos, mas em pratas, ficou uma à frente.

O rendimento da equipe acabou valorizado pelos demais dirigentes competidores, que até chegaram a vislumbrar a Cidade Canção como vice-campeã geral.

“A APAN Maringá, como imaginamos no ano passado, logo após o fortalecimento da parceria com a Secretaria de Esportes de Maringá, iria crescer, e muito, como felizmente já começou a demonstrar isso nas provas. O Estadual de Natação de Inverno é um grande referencial e que efetivamente coloca Maringá como uma das principais forças do Estado. Agora é seguir trabalhando forte para valorizarmos ainda mais esse apoio do prefeito Ulisses Maia, do secretário de Esportes Valmir Fassina e do diretor técnico Dema. São pessoas importantes e que têm colaborado diretamente para o crescimento da APAN Maringá. E os nossos nadadores estão de parabéns. Pela união, pela garra, pelo talento individual e coletivo nas provas. Por isso, acreditamos sempre em nossos atletas”, comentou a presidente Raquel Bazan.

OS MELHORES
O campeonato teve o Clube Curitibano como campeão, com 222 medalhas – 116 ouros, 63 pratas e 43 bronzes. O Santa Mônica ficou em segundo, com 125 medalhas – 42 ouros, 43 pratas e 40 bronzes. A APAN Maringá garantiu o terceiro lugar, com 111 medalhas – 32 ouros, 44 pratas e 35 bronzes.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Clube Curitibano – 222 medalhas – 116 ouros, 63 pratas e 43 bronzes

2 – Santa Mônica – 125 medalhas, 42 ouros, 43 pratas e 40 bronzes

3 – APAN Maringá – 111 medalhas, 32 ouros, 44 pratas e 35 bronzes

4 – Cascavel – 42 medalhas, 19 ouros, 12 pratas e 11 bronzes

5 – Ativa Esporte Total/Ponta Grossa – 46 medalhas, 18 ouros, 11 pratas e 17 bronzes

6 – Cataratas Natação/Foz do Iguaçu – 35 medalhas, 9 ouros, 11 pratas e 15 bronzes

7 – Gustavo Borges – 38 medalhas, 8 ouros, 12 pratas e 18 bronzes

8 – Equipe Nadar/Colombo – 9 medalhas, 2 ouros, 3 pratas e 4 bronzes

9 – Wood Saldanha Natação – 9 medalhas, 1 ouro, 5 pratas e 3 bronzes

10 – Tuiuti Esporte Clube – 5 medalhas, 1 ouro, 2 pratas e 2 bronzes

11 – Sociedade Morgenau – 11 medalhas, 4 pratas e 7 bronzes

12 – Core Inteligência Esportiva – 8 medalhas, 3 pratas e 5 bronzes

13 – Instituto José Gonzaga/Londrina – 0 medalhas


+ www.radiomaringa.com.br

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Maringá FC vence Araucária e volta à Primeira Divisão do Campeonato Paranaense

Amavolei Maringá larga com vitória na Superliga C masculina