Judô do Brasil segue treinando em Portugal para as Olimpíadas

 A seleção brasileira de Judô completou no último sábado, 08, a terceira semana de treinos em Portugal, na Missão Europa, do Comitê Olímpico do Brasil. Treinador da equipe feminina do Brasil, Mario Tsutsui conta, na segunda "página" do Diário da Seleção, os detalhes sobre a rotina e a programação de treinamento das judocas em Coimbra.

Rotina em Portugal
“Nós começamos sempre na segunda e terça realizando treinos só com a nossa equipe, só Brasil. Então, na segunda-feira, fazemos um treino técnico e, depois, o treino físico. Na terça-feira, a gente dá uma folga de manhã e, à tarde, fazemos treino físico ou técnico, deixando as atletas à vontade para escolher, dependendo de suas necessidades. E, de quarta a sábado, o treino com as atletas de Portugal. Na quarta-feira, começando às 11 horas da manhã, na quinta-feira às 10 horas da manhã, na sexta-feira também às 10h e sábado começando às 9h30 da manhã.”

O cardápio de treinos
“Fazemos aquecimento, uchikomi e depois partimos para o ne-waza. Normalmente são três séries de quatro minutos. O randori tachi-waza dessa semana, a gente aumentou um pouco mais, indo aí em uma média de 6 a 8 randoris, que as meninas do Brasil têm realizado.”

Reforços de outros países no treinamento
“A gente esperava que viessem mais atletas de outros países nessa terceira semana, mas vieram apenas duas atletas. Uma da Espanha, que é a María Bernabéu, e outra da Costa Rica, uma atleta da categoria 78kg, Diana Brenes. Então, nesta semana, foram apenas as duas e a gente espera que na semana que vem venham mais atletas, principalmente da Espanha. Pelo o que nós ficamos sabendo, pode ser que venham aí de 10 a 15 atletas da Espanha para esse treinamento.”

Recondicionamento técnico
“A gente conversou em grupo com as meninas e também individualmente. A gente sentiu realmente que a pandemia deixou todas as atletas em uma situação bem precária, onde muitas estavam realizando apenas treino online, pelo Zoom, exercícios físicos ou algum trabalho com a borracha. Então, aqui, começamos de forma gradativa, dando uma boa base de fundamentos, trabalhando ali a parte de uchikomi: uchikomi parado, uchikomi em linha, uchikomis variados. E fomos crescendo em volume e também nas dificuldades das execuções dos uchikomi.

Trabalhamos bastante puxada, bastante chegada no judogi, na pressão, então trabalhamos várias situações para que todas pudessem estar gradativamente entrando nos randoris, para que retornassem o mais rápido possível à sua melhor forma técnica e física. E a maioria eu acredito que esteja com 70% da sua capacidade. Então, gradativamente, as meninas têm melhorado e acredito que até o final do mês de agosto todas possam estar com 80% ou 90% de sua capacidade.”

Motivação renovada para os próximos dias
“Como eu disse anteriormente, está prevista a chegada de um grupo da Espanha e isso motiva bastante nossas atletas, porque temos treinado há três semanas com as meninas de Portugal. Vindo meninas da Espanha, a gente acha que pode ter um desafio maior para nossas atletas, o que gera certa ansiedade e uma disposição maior para encararmos essa próxima semana que está para iniciar.”
(Texto: CBJ. Foto: Marcello Bravo/COB)

MAIS...

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Giovana Marinoski disputa o Open do Sul-Brasileiro no Beto Carrero

Maringá Futebol Clube anuncia mais 3 reforços para a Segundona do Paranaense