Corinthians está na final do Paulistão

Pela quarta vez consecutiva, o Corinthians é finalista do Campeonato Paulista! Neste domingo (02), o Alvinegro entrou em campo para a disputa da semifinal do estadual contra o Mirassol, na Arena Corinthians, em jogo único. Com gol de Éderson, mais uma vez em um chute de fora da área, o Coringão fez 1 a 0 e se credenciou para disputar a decisão do torneio, iniciando a disputa pelo tetracampeonato inédito em sua história.

Timão escalado!
O técnico Tiago Nunes decidiu mandar a campo a mesma equipe que iniciou o jogo contra o Red Bull Bragantino: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos; Gabriel, Éderson, Mateus Vital, Luan e Ramiro; Jô. Entraram no segundo tempo: Janderson, Sidcley, Araos, o estreante Léo Natel e Camacho. Também integraram o banco de reservas Bruno Méndez, Lucas Piton, Xavier e Ruan Oliveira.

Bola em jogo!
O Timão começou a partida dominando a posse de bola e jogando no campo de ataque. A primeira chance aconteceu aos três minutos. Mateus Vital roubou bola na esquerda tocando para Luan. O atacante avançou e lançou o camisa 22, que dominou em profundidade, mas ficou sem espaço para concluir a jogada.

Aos 13 minutos, primeira participação do goleiro Cássio no jogo – e ao seu estilo! Em cobrança de falta da intermediária, o gigante alvinegro fez linda defesa no ângulo e espalmou a bola pela linha de fundo. Três minutos depois veio a resposta do Timão: Vital lançou Fagner na direita dentro da área. O lateral dominou e chutou, mas a zaga interceptou e a bola saiu pela linha lateral.

Aos 20, boa troca de passes entre Ramiro, Mateus Vital e Luan pela meia direita. O camisa 7 cruzou na área para Jô, mas a zaga afastou. Cinco minutos depois, grande chance do Timão: Carlos foi lançado na esquerda em profundidade e cruzou rasteiro. Vital dividiu com a zaga e chutou para o gol, e a bola bateu na trave esquerda, depois nas costas do goleiro do Mirassol, e saiu pelo lado.

Fagner e Ramiro mostraram bom entrosamento. Aos 28 minutos, tabela entre os dois e o camisa 8 cruzou na área, mas a zaga afastou antes da bola chegar a Jô. Um minuto depois, Éderson fez grande lance pela direita e cruzou rasteiro na pequena área, mas Jô não conseguiu completar de letra.

A pressão corinthiana só aumentava. Aos 35 minutos, Luan lançou Éderson na área. O volante foi enganado pelo quicar da bola e até se esticou para chutar, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. E aos 40, Cássio fez a sua segunda defesa, essa com tranquilidade. Em contra-ataque do Mirassol, o atacante Bruno Mota avançou e chutou rasteiro, mas o capitão do Timão defendeu no chão. Foi a última ocasião de gol da primeira etapa.

No segundo tempo o Corinthians começou como havia terminado antes do intervalo, com posse de bola e bastante ofensividade. A primeira chance veio aos três minutos: Carlos fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou na área. Luan dominou na segunda trave e chutou, mas a zaga interceptou e a bola foi pela linha de fundo.

A chance mais clara do início da segunda etapa veio aos oito minutos. Em cobrança de falta na área do Mirassol, a zaga visitante afastou parcialmente. Luan pegou a sobra e chutou rasteiro, mas o goleiro defendeu em cima da linha. Aos 14, Carlos tentou dividir bola na esquerda e levou pisão no pé dado por Juninho. O camisa 30 ficou no chão, e o árbitro expulsou o atleta do Mirassol.

Aos 17 minutos, o técnico Tiago Nunes fez suas primeiras alterações no jogo. Saíram Ramiro e Carlos, que não conseguiu permanecer em campo, e entraram Janderson e Sidcley. Três minutos depois, Luan dominou pela intermediária e cruzou na área para Mateus Vital. O camisa 22 cabeceou dividindo com a zaga, e o goleiro defendeu.

As alterações surtiram efeito e a longa espera do Timão para balançar a rede teve fim aos 26 minutos! Ederson dominou na intermediária e chutou de fora da área, estufando a rede do Mirassol. O gol deu conforto para o Timão, que já detinha a posse de bola. Aos 33 minutos, Luan cobrou escanteio na área do Mirassol. A zaga desviou errado, e a bola foi na trave.

Janderson participou mais uma vez do ataque corinthiano. Aos 35, Fagner lança o jovem atacante na direita em profundidade e em vez de cruzar, ele chuta com curva. Kewin pula e defende o que seria um golaço do meia-atacante. Aos 39, Gil pegou sobra de bola e chutou de fora da área, mas o goleiro defendeu.

Aos 45 minutos, o árbitro deu seis minutos de acréscimo e o técnico Tiago Nunes promoveu uma estreia: Léo Natel entrou em campo, no lugar de Mateus Vital; Camacho também foi para o jogo, na vaga de Éderson. O Timão chegou a ter uma boa chance com Araos aos 47, com o meia chutando colocado de fora da área, o árbitro Vinicius Furlan ainda deu mais um minuto complementar, mas aos 52, o apito final veio e o Timão conquistou a vaga na final do Paulistão pela quarta vez consecutiva!
(Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

MAIS...

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Professores da Secretaria de Esportes de Maringá realizam lives dos centros esportivos

Amavolei Maringá larga com vitória na Superliga C masculina