Primeiro Ecoponto de Maringá estimula destinação correta de lixo


O primeiro ecoponto, no Jardim Piatã, já em funcionamento, é mais uma ação sustentável da Prefeitura de Maringá para destinação correta de resíduos. Em visita no local nesta terça, 14, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, junto com os secretários Marco Antônio de Azevedo (Meio Ambiente) e Antônio Padilha (Serviços Públicos), disse que o espaço promoverá responsabilidade individual sobre o lixo produzido e geração de renda às cooperativas.

Dois contêineres de 12 metros, com repartições para cada material, foram instalados no local para receber recicláveis e inservíveis, como eletrônicos, resíduos de construção civil e volumosos (móveis, sofás, colchões). Ulisses Maia lembra que ao lado foram construídos Meu Campinho, Viveiro de Flores e nos próximos dias iniciará a obra no Parque Linear Piatã. “Antes, o local era de destino incorreto de lixo, problema contemporâneo que enfrentamos, mas transformamos o espaço em área de convivência e local sustentável”, afirma Ulisses.

 “Vamos testar um modelo e fazer as adaptações necessárias para então replicá-lo em outros cinco ecopontos que serão instalados ao longo do ano”, afirma o secretário de Meio Ambiente e Bem-estar Animal, Marco Antônio. Uma van da educação ambiental fica no local para orientar o cidadão. Os resíduos serão coletados diariamente e encaminhados para a destinação adequada pela Secretária de Serviços Públicos (Semusp). Cada material tem um limite semana/ mensal por pessoa. Veja o manual do ecoponto aqui. 
(Foto: Mileny Melo/PMM)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Tábata Vitorino, do atletismo de Maringá, já treina de olho nos Jogos do Japão

Athletico x Cascavel vale vaga na final do Campeonato Paranaense

Maringá FC pode ficar sem calendário na temporada 2020