Boletim epidemiológico da Prefeitura de Maringá aponta 69,5% de recuperação entre positivados

 
O 14° boletim epidemiológico sobre coronavírus aponta que Maringá realizou 12,1 mil coletas de exames de covid-19 e registrou 2.216 casos positivos até 12 de julho. O boletim ainda aponta 69,5% de recuperação entre casos positivados. Dos pacientes que vieram a óbito (29), 79% apresentaram comorbidades associadas a doenças cardiovasculares e metabólicas e 21% sem doenças crônicas. A média de isolamento de junho era de  35,56% e, agora, Maringá aparece com taxa de 50,6%, o que se nota a maior participação da população na adoção de medidas preventivas. 

O boletim mostra que no período de 1 de março a 12 de julho, foram confirmados 2.216 casos de coronavírus, com primeiro caso em 18 de março. Vale lembrar que houve aumento do número de casos confirmados devido a maior oferta de testagem de exames laboratoriais de redes privadas e em algumas redes de farmácias, que a partir de 27 de maio, disponibilizaram testes rápidos para a população de forma espontânea.
(Foto: Aldemir de Moraes/PMM)

Entre as profissões dos pacientes positivos para coronavírus em Maringá, destaca-se os profissionais da saúde com 15,7 %, seguido dos profissionais da área administrativa com 10,6%. De todos os positivados, 44,2% não realizaram a vacina contra a gripe. 43,4% receberam a imunização. 12,4% alegaram não saber se foram vacinados. De todos os casos confirmados, 1. 919 coletas foram pelo método PCR, correspondendo a 86,5% das coletas e 297 por testagem rápida, ou seja, 13,4% do total dos exames.

Dos 2.216 casos confirmados, 1.541 casos (69,5 %) foram liberados para monitoramento do isolamento domiciliar de quatorze dias, permanecendo 590 (26,6%) em isolamento. 56  pessoas permanecem internadas (2,5%) e 29 (1,3%) foram a óbito. 54,9% dos atendimentos foram realizados nos serviços de saúde da rede pública e 45,1% nos serviços de saúde da rede privada.

Todas as áreas de abrangência das Unidades Básicas de Saúde (UBS) registraram casos positivos de coronavírus. A distribuição espacial dos casos apresenta similaridade entre as áreas apresentadas, sendo que, 326 (14,7%) dos casos foram identificados nas UBSs Alvorada III e Zona 6. As UBS Zona 07, Pinheiros e Operária, apresentaram 375 (16,9%) casos, seguido das UBS Iguaçu, Zona Sul e Aclimação, com 254 (11,4%) casos. As demais UBSs do município foram classificadas de acordo com o número de casos e inclusas nos respectivos intervalos de classes.
(Foto: Aldemir de Moraes/PMM)

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Mega-Sena acumula

Giovana Marinoski disputa o Open do Sul-Brasileiro no Beto Carrero

Maringá Futebol Clube anuncia mais 3 reforços para a Segundona do Paranaense