Fábio Bogler comenta efeitos da pandemia na base do Coritiba


A pandemia da Covid-19 pegou a todos nós de surpresa. No futebol, os jogadores também sofreram o efeito dessa inesperada doença. O zagueiro Fábio Bogler, do time sub-20 do Coritiba e com passagens pela seleção de base, fala do baque que o grupo sofreu com a paralisação dos treinos devido ao coronavírus.   

"Foi um baque, pois estávamos em um momento de preparação, e tivemos que suspender as atividades pouco antes de começar os campeonatos. Foi quando fomos avisados que teríamos que voltar para nossas casas e por tempo indeterminado", disse o jogador. 

Inicialmente, Fábio pensou que a paralisação fosse durar pouco tempo. Mas logo, o avanço da Covid-19 foi afastando cada vez mais os jogadores do campo. 

"De começo, esperávamos que fosse algo rápido, cerca de duas semanas. Nós mantivemos fazendo um treino para não perder a performance, mas nada muito gradativo, pois pensávamos que seria algo mais rápido", comentou. 

O jogador, desde então, manteve a forma em casa. "Tenho uma planilha de treinos diários que sigo com o preparador físico da Future Soccer (empresa que cuida de sua carreira), tudo sendo praticado em casa". 

Assim como todo brasileiro, Fábio sabe a importância de respeitar todos os procedimentos nesse momento, mas não esconde que espera voltar a jogar "o quanto antes". 

"Estou muito ansioso para voltar, não vejo a hora de poder rever companheiros de equipe e voltar a atuar em jogos importantes. Ainda não temos previsão de volta, mas esperamos que seja o quanto antes", completou o zagueiro.
(Foto: Coritiba)

MAIS...
https://www.radiomaringa.com.br/noticia/737285/promessa-do-coritiba-fabio-bogler-comenta-efeitos-da-pandemia-na-base

Comentários

+ lidas nos últimos 30 dias!

Consultor do Athletico esclarece decisão do TCE-PR

Atletas de seleção tentam parcerias para se manterem em forma

O primeiro jogo do Coritiba há 110 anos